A consolidação do futebol brasileiro na Copa Libertadores entre 2019 e 2021 com Flamengo e Palmeiras


 

Fonte: Pixabay

 

Nos últimos cinco anos, o futebol nacional viu um grande crescimento de Flamengo e Palmeiras em campo. As duas equipes acumularam bons resultados, títulos nacionais e também receitas milionárias. Entretanto, o maior impacto que esses dois gigantes estão causando na história da bola é com a Copa Libertadores. Presentes nas últimas três finais, paulistas e cariocas estão consolidando o Brasil como a grande potência da competição continental e estão próximos de superar a Argentina.

Atualmente, após 62 edições de Libertadores, o futebol argentino aparece como o mais bem-sucedido na competição. Foram 25 títulos conquistados, com destaque para o sucesso de equipes como o Independiente, que possui sete títulos, e o Boca Juniors, que conta com seis. Entretanto, como mostra a reportagem da Betway, site de apostas esportivas, isso é algo que está mudando. Nos últimos anos, a ascensão do futebol brasileiro está dando uma nova cara para o torneio continental.

As equipes brasileiras começaram a formar bons elencos e conseguiram resultados positivos em campo. O Brasil chegou aos 21 títulos, e a promessa é que consiga superar os argentinos nos próximos anos. Afinal, desde 2011, sete das 11 taças distribuídas acabaram nas mãos de clubes brasileiros. Uma superioridade que começa nos bastidores, afinal, os clubes nacionais passaram por grandes reestruturações. O resultado é acompanhado pelos torcedores nos estádios da América do Sul.

Flamengo e Palmeiras são os principais responsáveis por isso. A maior prova é o protagonismo de ambos nos últimos três anos. Enquanto a equipe rubro-negra foi campeã da Libertadores em 2019, após superar o River Plate, o Verdão conquistou a taça no ano seguinte ao derrotar o rival Santos. Em 2021, esses dois protagonistas voltarão a brilhar e se encontram na decisão do torneio. O confronto é quase uma confirmação de que esses dois clubes são os responsáveis pela força brasileira na disputa.

Elencos fortes e receitas milionárias

De Arrascaeta e Gabriel Barbosa comemoram durante a vitória por 2 a 0 sobre o Vasco. Foto: Alexandre Vidal / CRF.

 

Ainda em 2018, como mostram os dados do blog Betway Insider, Palmeiras e Flamengo apontavam como os líderes entre os 20 clubes do continente americano com maiores receitas. Os paulistas apareciam com US$ 179 milhões, enquanto os cariocas tinham US$ 149 milhões. Esse poder financeiro fez diferença em campo, pois só assim as duas equipes conseguiram atrair grandes nomes para o elenco e se transformaram em verdadeiras potências.

No Flamengo de 2019, por exemplo, nomes como Rafinha, Bruno Henrique, Gabigol e Jorge Jesus fizeram a diferença na campanha vitoriosa da Copa Libertadores. A mesma coisa pode ser dita sobre o Palmeiras de 2020, que tinha no elenco nomes como Abel Ferreira, Weverton, Gabriel Menino e Luiz Adriano. O confronto entre esses dois times em 2021 é quase um tira-teima dos principais dominantes do futebol atual.

Dudu: destaque alviverde em 2021.

 

Palmeiras e Flamengo não se destacaram apenas na Libertadores, mas também nas competições em casa. Enquanto o Verdão venceu o Brasileirão em 2016 e 2018, o rubro-negro ficou com a taça em 2019 e 2020. Os resultados mostram que essas duas equipes marcaram os últimos anos, e isso vai ficar para sempre na história do futebol brasileiro e sul-americano.

 

O surgimento de outras forças

O Atlético, de Hulk (à esq.) quer atrapalhar a hegemonia de paulistas e cariocas.

 

Entretanto, o domínio de Flamengo e Palmeiras no futebol brasileiro não deve durar muito tempo. Neste ano, o Atlético Mineiro conseguiu montar um forte elenco e desafiou a soberania dos rivais. A excelente campanha no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil (competições que o alvinegro pode vencer e selar uma histórica Tríplice Coroa) mostrou que o clube mineiro quer ser uma terceira alternativa – e tem todas as condições para isso. Algo que é positivo para o cenário brasileiro.

A história do Brasil no futebol é feita de altos e baixos, principalmente quando falamos dos clubes. Flamengo e Palmeiras tiveram temporadas ruins nos últimos 20 anos, mas conseguiram realizar reestruturações que estão gerando benefícios na atualidade. Os torcedores podem comemorar esse domínio, pois é um sinal de grandeza do futebol nacional. Os dois finalistas do torneio continental de 2021 só precisam ficar atentos ao crescimento do forte Atlético Mineiro, campeão da Libertadores de 2013. 

O crescimento do Brasil na Libertadores também é essencial para o cenário sul-americano. As equipes argentinas sempre dominaram o torneio, mas isso está mudando rapidamente. Flamengo e Palmeiras podem não ser os únicos a conseguir bons resultados, pois tivemos títulos de Grêmio e Corinthians nos últimos 10 anos, mas eles representam um domínio recente. De qualquer forma, é bom ver a competição ficar mais verde e amarela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido. Precisa de algo? Entre em contato com o autor.